Resenha: Método equilíbrio - Mariana Talhate

resenha-metodo-equilibrio-mariana-talhate-tamaravilhosamente


Eii, pessoas maravilhosas! Tudo bem? Hoje temos resenha de um livro que me ajudou a mudar minha maneira de pensar. É o ebook Método Equilíbrio: 7 atitudes que você precisa ter para alcançar equilíbrio entre alimentação, corpo e mente de forma permanente da nutricionista e Health Coach Mariana Talhate.

Compre o livro no hotmart e siga a autora no instagram.


INFORMAÇÕES TÉCNICAS:

Formato: pdf
Título: Método Equílibro
Autora: Mariana Talhate
Gênero: Prosa
Ano: 2018
Editora Independente
Número de páginas: 38 páginas
Idioma: Português


DESCRIÇÃO: Esse e-book vai te ensinar a encontrar o equilíbrio entre alimentação, corpo e mente em 7 passos simples que mudarão sua relação com a comida e com o mundo. Ele foi elaborado para que você aprenda a se alimentar de forma a fazer seu corpo funcionar e, com isso, ter saúde e os resultados corporais que tanto busca. O que escolhemos comer, os pensamentos que cultivamos e nossos hábitos diários determinam nossa saúde e nossos resultados em todas as áreas da nossa vida e esse livro te ajudará a conquistar seus objetivos mais rapidamente. 
Esse e-book é para:
- Quem quer melhorar a vida através da nutrição verdadeira do corpo (reduzir sintomas, melhorar energia e exames, aumentar performance esportiva e facilitar a perda de gordura);
- Motivar o auto conhecimento e estimular atitudes práticas diárias que geram resultados corporais constantes e duradouros e desestimular restrições e pontos que levam ao desequilíbrio corporal e mental.


INTRODUÇÃO


Comprei o ebook Método Equilíbrio e comecei a ler no fim do ano passado, mas logo interrompi a leitura. Fui pega de surpresa com as verdades que continham nele e não consegui prossegui até decidir iniciar o meu processo de mudança de hábitos, principalmente, de pensamentos. Eu estava pensando que seria uma leitura de dicas de alimentação escritas por uma nutricionista, mas o livro é mais que isso. É realmente o compartilhamento de um método que envolve não somente alimentação (nutrição), mas também o cuidado com a mente e o desenvolvimento do corpo para alcançar uma vida de equilíbrio e mais bem estar. 

A Mariana me surpreendeu com esse conteúdo. Não é à toa que a escolhi para ser minha nutricionista. Ela realmente sabe o que fala e nos ensina que vida saudável não é só se alimentar bem.


ENREDO

O livro se pauta em 7 atitudes que devemos ter para alcançar o equilíbrio entre alimentação, corpo e mente de forma permanecente. As dicas são práticas e tudo é proposto com o objetivo que seja uma mudança de hábito permanente. Um processo de mudança, na realidade, que não seja só por um tempo mas para uma vida toda. Vou comentar cada uma das atitudes (que são explicadas em 7 capítulos respectivamente), mas não descreverei todas, nem darei muito spoiler. Meu objetivo com essa resenha é te desafiar a fazer a leitura completa do material (que é super curtinho, embora muito completo) e também avaliar sua postura atual diante dos sonhos que você tem de vida.


1 - Pare, pensa, então siga em frente

Esse foi o primeiro capítulo e foi o que mais me edificou. Na verdade, foi neste capítulo que estacionei na primeira tentativa de leitura. Eu fui desafiada a parar e pensar. Parece bobeira, afinal a gente está sempre pensando. Mas, na verdade, percebi que muitos dos meus pensamentos estavam no automático. Ou estavam em outro lugar/pessoa e não em mim. Parar, pensar em mim, nos meus sonhos e objetivos me deixou numa situação em que só tinha uma alternativa: decidir mudar. E eu só voltei a ler o livro quando decidi começar essa mudança. Que foi a mudança dos meus pensamentos. Confesso que mais difícil que iniciar a dieta, é mudar a forma de pensar. Mas tem valido muito a pena.

Também aprendi neste capítulo formas de funcionamento do nosso cérebro que eu não sabia. Assim, descobri ser muito mais fácil gerar a sensação de bem estar e felicidade durante um momento de crise. E, claro, aprendi a manter os pensamentos bons constantemente.


2- Tenha um tempo determinado para lazer e sono

Minha mãe sempre repete que, quando solteira, meu avô a ensinou que devemos "trabalhar 12 horas e dormir 12 horas". Bom, era assim que eles viviam. E foi assim que minha mãe me criou, valorizando o sono e a levando muito a sério a hora do descanso. (durmo muito, graças a Deus). Mas infelizmente, eu cresci e parece que desaprendi um pouco. Sinto como se não soubesse mais descansar. Como se tivesse a necessidade de SEMPRE ESTAR FAZENDO ALGUMA COISA. E, por vezes, parece que estou trabalhando até dormindo. Horrível isso né? (essa resenha está parecendo mais um desabafo do que tudo. mas sigam em frente porque é isso mesmo que essa leitura nos proporciona: reflexão).

No segundo capítulo, a autora mostra a importância do sono para o nosso corpo e quais processos essenciais acontecem em nós durante o sono. Além de citar as consequências negativas da falta de sono e momentos de lazer, Mariana compartilha dicas para ter um sono melhor. Essas dicas incluem mudanças de hábitos e até na alimentação noturna. 


3 - Não seja radical

Mais um capítulo para me fazer parar e refletir. Eu sempre critico pessoas radicais, extremistas. Mas percebi que, em muitos aspectos, eu também sou assim. Costumo dizer que "ou é 8 ou 80", "se não for para dar o meu melhor, eu nem faço". Veja só, é importante ser inteiro e dedicado nas suas tarefas, mas buscar o equilíbrio é sabedoria. Ninguém vai se tornar musa(o) fitness do dia para noite. 

No capítulo três, a Mariana nos estimula a valorizar os objetivos que já conseguimos alcançar. Nas pequenas mudanças que já conquistamos. Ao invés de se sentir desanimado por falhar em alguns objetivos, sinta-se motivado por ter acertado em algumas partes. Manter o esforço e ir evoluindo aos poucos é muito melhor do que fazer tudo perfeito por um dia e nunca mais. 


"Motive o bom, foque no que consegue, no que já faz muito bem!(...)A vida não é TUDO ou NADA! Faça e foque no que já consegue!"

4 - Coma comida de verdade, reduza trigo e lácteos e tenha 1 dia por semana vegetariano

Mais um capítulo super desafiador. Eu sou muito fã de lácteos (e de carne) e há um tempo eu venho diminuir o consumo disso (reduzir o consumo de lácteos, de carne não rsrs). Então quando li o que esses produtos podem causar (e percebi o que eles já causam em mim), me fez entender ainda mais a necessidade de mudar essa hábito alimentar. Ainda não estou 100% onde gostaria, mas como aprendi no capítulo anterior, estou focando no que eu já consigo fazer.

Aqui, aprendemos exemplos práticos de como nosso corpo precisa de nutrientes certos para funcionar bem. Muitos sintomas que temos é por consumo de "combustível ruim". Ler rótulos e entender a composição de cada alimento também é importante. Quanto a ter pelo menos um dia vegetariano, eu ainda não consegui, confesso. Mas não esqueci essa ideia e irei pôr em prática. O que a Mari propõe neste capítulo, além do aspecto científico e nutricional, tem o lado ambiental. Estar em equilíbrio com o meio ambiente também é importante

5 - Pratique exercícios físicos

Ao ler esse título, talvez você, como eu, tenha revirado os olhos e lembrado da última vez que prometeu voltar a academia ou a fazer caminhadas. Mas não fez. Olha, confesso que sigo falhando nisso também (e sentindo muito, literalmente na pele, a consequência disso). Quando li que o sedentarismo provoca doenças que matam tanto quanto cigarro, praticamente larguei a leitura, calcei meus tênis e fui caminhar, NA MESMA HORA (quem me acompanha no instagram, viu meus stories desse dia). Pena que a gente precisa ler um fato chocante desse para decidir movimentar o corpitcho né? Não precisa ser assim. Decida praticar exercícios e ver a diferença que seu corpo irá reagir. Aliás sua mente também. Eu lembro de épocas em que eu me movimentava mais e como era mais feliz. Sério! Eu vou deixar a promessa pública aqui! Em fevereiro, voltarei na nutri (olha ela lendo essa resenha e anotando), pegarei nova dieta e vou começar a academia! Você também faça sua meta e vamos nos cobrar. Escreva ai nos comentários para um cobrar o outro. Nada de sedentarismo mais! Amém!


6 - Cuide de seu intestino

Aaah se tem uma parte do nosso corpo que normalmente é negligenciado é o intestino. Ou vai me dizer que você pensa muito nele? É mais comum ouvir alguém falar do fígado, rim, coração... mas do intestino quase ninguém. Neste tópico, aprendemos que há uma fortíssima ligação do funcionamento intestinal com bom humor, sabia disso? Isso eu já notei na prática. Quando meu intestino resolve não funcionar, eu fico irritadíssima. Por vezes, você pode ter me visto assim e pensado que era TPM, mas não, era só meu intestino preso mesmo kkkkkk (rindo de nervoso). Então aprenda com a Mariana a importância e as formas de manter esse órgão funcionando super bem e seja feliz. Resumindo, valorize suas cagadas, mano! haha (estou rindo mas é sério. No livro há muita informação importante sobre esse ponto. Mas sigo sem spoilers aqui).



7 - Continue a nadar, continue a nadar


Você pode não ter lido cantando, igual eu fiz, mas uma coisa que você não pode deixar de fazer é persistir! Durante todo o livro, a autora nos motiva a continuar na busca do equilíbrio apesar dos tropeços. A aprender se perdoar, entender seus limites, fugir do radicalismo e valorizar cada conquista. Pela manhã, visualizar seu dia de forma vitoriosa muda completamente a forma de encarar a vida e como você reage diante das situações difíceis.


Eu também escolhi participar do desafio de 30 dias para ter uma vida mais feliz no presente. A Mariana explicou tudo no instagram dela e lá estamos compartilhando nossa experiência. Vale muito a pena tentar!


SOBRE A ESCRITORA



"Olá! Sou Mariana Talhate, nutricionista e Health Coach, e tem como propósito ajudar as pessoas que passam por mim a entenderem o quanto a alimentação pode melhorar a qualidade de vida e auxilia-las a alcançarem os resultados que tanto almejam, sejam na área da saúde, esportiva ou estética. Amo ver cada melhora, conquista e evolução dos meus pacientes quando voltam, e saber que pude contribuir para aquilo. Me sinto muito feliz mesmo quando voltam com mais disposição, menos sintomas do que na primeira consulta e melhoram seus tempos em esportes ou performance esportiva em geral! Essa é minha maior realização, poder ensinar o poder que o combustível certo (nutrição adequada) tem e ver as melhoras vindas das mudanças alimentares. Formada em nutrição pela Universidade Federal do Espírito Santo, pós-graduada em Nutrição Clínica Funcional pelo melhor instituto de pesquisa de nutrição funcional do país (Instituto de Pesquisa Valéria Paschoal) e Health Coach. Mariana trabalha a mais de 5 anos em seu consultório atuando nas áreas: funcional, ortomolecular, esportiva e estética".



resenha-metodo-equilibrio-mariana-talhate-tamaravilhosamente



Se você gostou deste post e das dicas, que tal pinar (salve no Pinterest) a imagem acima e ajudar a divulgar meu trabalho? Você também pode compartilhar em suas redes sociais com os botões abaixo.


Espero que tenham gostado da resenha. Comentem dizendo que já conheciam o livro ou se ficaram com vontade de ler. E me contem qual último livro que vocês leram ou estão lendo. 


Não deixem de me seguir nas redes sociais e acompanhar o blog para ficar por dentro das novidades. FACEBOOK INSTAGRAM PINTEREST



Um beijo e até mais!




CONVERSATION

2 comentários:

  1. Oi Tamara! Que lindo esse layout! Nossa, li ali 12 horas de sono e pensei: nossa, quanto tempo dormindo hahaha, mas acho que ultimamente meu sono - FINALMENTE - anda bem longo também e regular. Passei por um período meio ruinzinho e com problemas de ansiedade, e decidi mudar alguns dos meus hábitos, como ter um horário certo para dormir e não dormir menos do que 6 horas (tinha noites que eu dormia menos de 5 horas, ou quando 'dormia'bastante, na verdade o sono era interrompido). Agora o meu sono tá em torno de 8h a 9h diárias. Mas como eu sou uma pessoa que vive a milhão desde que me entendo por gente, essa questão do sono e de dormir pouco ou até virar a noite nunca foi um problema até o ano passado. E bem que a minha mãe dizia quando eu era mais nova "essas horas de sono que tu perde, não recupera mais". E concordo muito sobre exercícios físicos! Na verdade nas últimas semanas acabei pulando minha caminhada por preguiça rsrs Mas essa semana eu volto! haha A questão da alimentação to tentando incluir mais salada que antes eu não comida, mas não tá facil fazer meu paladar se acostumar a algumas coisas kkk O "um dia vegetariano" já praticava antes até mesmo de saber que as nutris davam esse nome pra um dia sem carne. Não sou muito fã de carne vermelha, e só como porque é o tem, mas as vezes nem assim (já frango por outro lado sou apaixonada, e é a unica razão do porque ainda não sou vegetariana, adoro tudo com frango!). Mas como a minha mãe não é muito fã de carne também, 1 ou 2x por semana ela faz outra coisa ao invés de carne no almoço e, como eu geralmente como carne só no almoço, no resto dia acabo não comendo também.
    Adorei o post!

    Beijão

    itskimby.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eii Kim, amei ler seu comentário, me identifiquei em vários pontos. Minha mãe fala a mesma coisa sobre "sono perdido" mas eu nunca fui de ficar sem dormir não. Realmente a ansiedade nos atrapalha nesse aspecto. Eu preciso caminhar, disse no post que iria na nutri em fevereiro e não fui. Desse mês não passa! Tenho que aprender a comer salada porque também não como, desde criança minha mãe faz um super suco pra mim e é isso que me salva hahaha
      Obrigada por compartilha sua experiência também. amei ler!
      Beijos, volte sempre!

      Excluir

♡ Obrigada por sua visita!
♡ Não esqueça de comentar, sua opinião é muito importante para mim. :)
♡ Marque a opção "notifique-me" para receber sua resposta por e-mail! ;)
♡ Siga o blog e as redes sociais para ficar por dentro das novidades!
♡ Volte sempre!